quinta-feira, 19 de abril de 2018

Colastrina Leia Sobre a Empresa Antes de Decidir.

Recebi hoje a minha Colastrina. Sou megaaa desconfiada. Veio bem embalada, tudo certinho. 

Já fiz de tudo para encontrar o registro do produto no site da Anvisa, mas é uma tarefa muito complicada, o site é complicado, de modo que eu não encontrei.
Fui procurar pelo nome da empresa  Lev Life Produtos Alimentícios Ltda que tem o cnpj 13.780.160/0001-42, abriu um site de uma empresa que tem alguns produtos para saúde, fitness, um site frio com poucas informações mas nada sobre a Colastrina, nem colágeno nem nada. 
Fui buscar pelo CNPJ como está na embalagem abaixo, 13.760.160/0001-62, não existe nenhuma empresa com esse cnpj, pelo menos minha busca nada encontrou, aí fui buscar o cnpj do distribuidor, 16.657.212/0001-86 Desfrute Mais Suplementos e Prod. Naturais Ltda - EPP - Com o nome no registro de Tw3 Suplementos, essa encontrei.
Já pedi a consulta a Anvisa.
uido muito da minha saúde e tenho medo de produtos milagrosos com mensagens evasivas. Já questionei ä dermatologista pelo face que não encontrei seu registro e ela não me respondeu, questionei na página da propaganda da Colastrina que não encontrei o registro e alguém me enviou um print. Não me deu fé. 
Não estou aqui para desqualificar nada nem ninguém, apenas quero ter segurança no produto que consumo e nesse caso não sei o que meu corpo vai consumir.
Se a empresa quiser se manifestar em minha página, fique a vontade e o que quero e todas as outras consumidoras tenho certeza, é a transparência.
 

segunda-feira, 16 de abril de 2018

Colastrina

Eu sou um perigo. Consumidora de tudo que vejo na internet, também sou curiosa e desconfiada.
Tenho visto a propaganda da Colastrina, um milagre em forma de colágeno.
Desde que nasci tenho celulites, então isso não me incomoda, mas a flacidez que a idade está me impondo está me deixando alucinada. Sendo assim, fui lá e comprei. Vou testar já falei, sou curiosa., Embora desconfie que para o meu caso, só um bisturi afiado e que em todos os casos o produto seja uma porcaria como quase tudo por esse mundo virtual.
Bem, acontece que resolvi ir lá perder meu precioso tempinho para buscar o tão falado registro na Anvisa, isso me deixou com a pulga atrás da orelha, a Anvisa não dá assim um registro fácil, fácil. E não é que eu virei o site do lado do avesso e adivinhe, nada. Nadinha, nem nome, nem registro, nem principio ativo, se é que existe, tirei um pure colagen do rótulo. O meu mesmo só chega mês que vem, o que me fez aumentar algumas pulgas atrás da orelha.
Mas antes disso eu já havia consultado o crm da dermatologista, o nome dela, mandei recado para ela me dizer sobre ela e nada, fui ignorada, mais pulguinhas por aí.
O protocolo da minha reclamação está aqui  Formulário enviado com sucesso. Protocolo 2018140321
Eu suprimi uns números pq não tenho certeza se meus dados pessoais aparecem nessa consulta. Mas aguardarei a resposta deles em ,coisa rápida, 15 dias úteis. Comprei meus potes no Shoptime dia 23 de março e só chegarão dia 9 de maio. Com sorte recebo os dois no mesmo dia. A consulta e a Colastrina. Se eu tomar e ficar bem e tiver um resultado positivo ou não, coloco aqui para quem quiser saber. Foto não gente, ninguém merece. Deveria né, pq garota nova não tem flacidez assim e nem rugas e mostram resultados maravilhosos, lógico. Beijos.

domingo, 1 de abril de 2018

O foco é a menopausa. Só que não.

Não pareço assim tãaaao engraçada, Tenho até a cara meio amarrada, que espanta  e gera uma certa antipatia a ser quebrada com um pouquinho de conversa. Mas a minha essência é alegre, colorida, divertida e estou quase sempre sorrindo por dentro, feliz. Mas depois do advento da malditapausa eu tenho andado mais sisuda, tenho a desconfiança de que é uma depressão, tenho tentado ignorar mas não saio mais de casa, não tenho vontade de ver ninguém, não quero conversar, quando encontro com pessoas quase não falo mais, fico doida para a conversa acabar e voltar para minha casa que não tem sido assim um lugar de alento pra estar. Juntando todo o conjunto dessa obra chego a conclusão de que estou  encrencada e que o problema é só meu. É horrível não poder culpar ninguém ahahaha(quase brincadeira). Mas tenho reagido bem, alem da reposição hormonal, fiz algumas sessões de análise para tentar lidar com uma situação que me causa muito stress, tenho me obrigado a fazer caminhadas e ir a academia. Ainda não consegui engrenar no trabalho, mas esse é o meu próximo foco.  Ano passado eu estava super envolvida em um trabalho lindo e de repente tudo acabou. Como no post anterior eu falei sobre tomar decisões, tomei uma decisão que julguei a certa, mas eu me abalei e me entristeci, com uma derrota. Nada contra uma derrota, acontece. Mas acho que entristeci mesmo. Vida que segue. Minha cabeça não para e tenho meus talentos. Mas, alguma coisa me paralisou. Estou com uma vontade enorme de abrir a porta de casa e sair pra nunca mais voltar, sair andando sem saber para aonde. Mas pra isso preciso trabalhar, sacudir minha preguiça, meu medo e fazer o que eu sempre fiz, agarrar o touro pelo chifre e vencer.
Tá, saí do foco do foco e acabei falando demais. Mas preciso desabafar.
Estou me sentindo feia, fraca, sem valor. Com a consciência de que só eu posso mudar isso.
Vc está lendo isso? Então leia com entusiasmo e de maneira engraçada, é assim que eu falo, não é daquela maneira arrastada, lamuriosa quase chantagista, essa não sou eu.
Mas nooooossssa, escrevi isso tudo e não era nada disso, vc sabe que eu comecei a escrever para falar uma coisa engraçada? Estava assistindo a um comediante inglês falando da chegada dos cinquenta para ele e eu me escangalhei de rir, pq ele disse que percebeu que suas bolas haviam caído, ficado flácidas e quando ele entrou feliz na piscina nova as bolas boiaram ahahaha. Pensa que é só a pepeca que muda? Por isso o título da postagem, foca no foco. Fui, boa semana e foca aí!

quarta-feira, 3 de janeiro de 2018

Calmaria de um lado = Tempestade do outro.

Você vai ler meu texto? Leia sim, é legal. Mas já começa rindo. É engraçado como falo, é engraçado como você lê. 

Eu sei, depois da tempestade vem a calmaria. Não, mas está certo por aqui!
 Depois da calmaria chega uma pestilenta tempestade. Estava bom demais. Percorri vias e mundos para me cuidar, quando consigo...lá vamos nós (no caso eu) de novo. Penso que tudo tem seu tempo mesmo. Imagina eu no meio desse furacão com aquilo tudo de ruim que eu sentia da menopausa? Credo!
Vou abrir meu coração. Sabe quando as pessoas se intrometem na sua vida dando palpites? Isso, muitas pessoas deram palpites em como eu estava conduzindo a minha vida. Mas fui a formiguinha surda e persisti nos meus projetos. Nada de arrependimento, fiz o que queria, tomei as decisões que julguei certas eeeee, ahahahaha só rindo gente, deu tudo errado. Vou descrever como tenho me sentido, físicamente. Meu coração bate tão acelerado que sinto as batidas dele na minha caixa torácica, parece que ele vai arrebentar tudo e saltar na minha frente e correr em desabalada carreira. Minha respiração está tão ofegante que enquanto um ar sai o outro já está entrando. Estou ha 30 horas sem dormir. No momento estou tentando abstrair, preciso ter clareza para saber quais decisões (se certas) agora vou tomar. Não é fácil não. Se tomo decisão A, parece errada. Se B, parece errada, CDFGJKL qualquer me parece um erro. Ou seja. Não sei o que fazer. Ahh você não me conhece então vou me descrever: imagina uma mulher grande, mais ou menos gorda, mais ou menos magra, alta, de braços enormes falando rápido, rindo e gesticulando bastante. Isso, como uma italiana. Ahahaha sou eu. Rio da desgraça própria  alheia não, só própria. Senão ninguém suportaria me ouvir. Mas rio nas piores horas, acho que é nervoso.
Um alento, tudo passa. E esse tudo passa está sendo a corda que está segurando meu auto controle. Sem o tudo passa acho que eu já teria feito alguma bobagem.  Estou orgulhosa da minha maturidade, embora meu corpo diga uma idade, minha cabeça está em outra. Mais livre, leve, jovem. Ficou confuso? Sim! Mas maturidade não tem nada a ver com idade. Realmente o envelhecimento está dentro dessa caixinha de computador que temos em cima do pescoço.
Saí do foco, então minha amiga leitora e seguidora. (Tenho três né! já disse, feliz por isso.) se você estiver com algum probleminha, não entre em pânico. Calma, respira, respira, respira e acredite, tudo passa.
Eu imagino assim, o problema é um muro de um metro e meio de altura, estou andando em cima dele, posso cair para direita ou esquerda, não vai fazer diferença, vou cair e a minha vida vai seguir. Vou levantar e seguir. Parece fácil e tem que ser. Hoje, agora, neste momento preciso que seja e é assim que eu quero e acredito.  Sou sagitariana, tudo acaba bem. Beijos e sorria.

segunda-feira, 11 de dezembro de 2017

A maldição da supermenopausa. (parte 3)

Oi gente, oi seguidoras, ahahaha tenho três acho, nem sei. Mas isso me deixa tão feliz, porque na verdade esse espaço é meu diário, meu espaço íntimo, vocês nem imaginam a quantidade de postagens que tive que esconder pra poder compartilhar esse blog. Ia dar até separação, nada ilícito, mas muito desabafos no ritmo da oscilação hormonal. Entenderam agora?
 Bem...vou voltar ao foco, viaaaajo.
Na parte um relatei sobre minha ida ao médico errado, como cheguei ao médico certo e o que estava acontecendo comigo, na dois os efeitos e reações. Agora na três vou dizer que está finalmente tudo bem. Bem, se considerar que estou tão inchada que ao apertar minha perna fica o buraco do dedo, mas acredite, isso nem está me incomodando, só intrigando.  Não tenho mais dores, voltei a correr na praia. Estou calma e equilibrada, durmo bem e minha libido está bem parecida com ela mesma aos vinte anos. Pra você que não me conhece, tentei de tudo para fazer a reposição hormonal por sete anos, mas nada funcionou pra mim, tenho reações adversas absurdas. Mas com o uso do medicamento em gel, estou bem. Continuo oito kilos acima dos oito kilos que queria perder(nem faça essa conta, é desesperador) mas como melhorei em todo resto, estou resignada, não conformada, resignada.
Então posso mudar o foco um pouquinho? Vou falar de mudança e minha incapacidade de compreender algumas coisas. Tenho vivido situações onde sou cobrada e exigida a mudanças. As pessoas que convivem comigo me pedem para mudar alguma coisa, mas ninguém percebeu que eu mudo, mudo sim. Eles é que continuam a fazer tudo igual, exigem de mim coisas que não têm capacidade para perceber neles mesmos. Mas tudo bem, resolvi entender que o problema deles é deles, o mau humor é deles, o amargor é deles enfim, estou tentando não me deixar impactar pelo que eles são ou estão. Não é fácil, sempre me senti muito responsável pelo bem estar dos outros, sempre trouxe para meus ombros o peso de fazer todo mundo ficar bem. Isso resultou em convivência com pessoas abusivas, articuladas, manipuladoras. Mas tudo bem, estou em outra fase, o problema deles é deles, cuido de mim, do meu bem estar, inseri em meu dia a dia uma enorme dose de egoísmo. Continuo cuidando de todo mundo, mas primeiro tenho que cuidar de mim para ficar bem, linda, maravilhosa com a auto estima lá em cima, aí sim fico bem e cuido deles. Eles? Continuam fazendo tudo igual. E você, já refletiu e que lugar da sua vida você está. Precisa se deixar em primeiro lugar, eu sei, é difícil mas tenta. Não é impossível e depois que você se colocar lá, a culpa vai embora e todo o resto melhora, flui naturalme. Ahhh quanto a todo mundo? Acredite, eles se adaptam.
Beijos, até a próxima.
 Ahhhh a propósito, já começou sua lista de realizações para 2018? Então comece, vale tudo. Até os desejos mais íntimos e impossíveis, afinal a lista é só sua.

terça-feira, 31 de outubro de 2017

TESTE ageless x beyoung



Mulheres, pulem de seus lugares, sejam insatisfeitas e mudem tudo!

Olha, acho que essa empolgação é resultado da reposição hormonal, fico bem bipolar.

Continuo devendo a minha volta ao médico a vocês, mas hoje vou continuar devendo. Fiz um vídeo,

Sou meio compulsiva, quando encasqueto com uma coisa vou até o final. Isso eu estou dizendo para ver se animo você, com os recursos da internet podemos aprender muitas coisas novas.

 Eu tiro muito proveito. Ahh mas deixa eu mostrar, estou ansiosa. Um beijo.

Ahh gente, não funcionou aqui. Mas meu filho disse que tenho um canal no You Tube.

Ahahahaha eu não sabia....ou não lembrava......Funcionou, é só clicar. E dá um like lá.

domingo, 15 de outubro de 2017

Vamos mudar o foco hoje?

Eu sei que tenho que falar da minha ida ao médico para atualizar a reposicao hormonal. Mas gente, vamos mudar um pouquinho o foco porque ninguém aguenta tanta determinação assim. Vou mostrar pra vocês um pouquinho dos meus talentos. Acredite, eu acho que não tenho nenhum, mas depois que olho penso" Fui que fiz isso? Não acredito.
O primeiro é o design de interiores, acho que todas nós temos esse dom ainda que escondidinho ou adormecido. Um pouquinho de criatividade e você pode pode mudar um ambiente assim.                               
                                                   
(Acima)  Esse era o ambiente  que recebia meus amigos. Era tão feliz ao recebê-los que nunca o vi como um lugar feio. Ahahaha mas era horroroso.            
(Abaixo) Como é hoje, delicioso, harmonioso um lugar que inspira a fazer coisas gostosas.                                           
                                     
Quer dicas para mudar alguma coisa aí? Bem, tenho muita chita, que custa baratinho. Na janela tem uma cortina que foi feita toda com cola de tecido já que não tenho máquina de costura.Os bancos forrei com grampeador profissional. Então sugiro que tenha sempre em casa um desses grampeadores, é muito útil e você compra em qualquer loja de material de construção. A cola de tecido também é outro achado que você pode ter sempre em casa, assim você fica mais independente dente.
Na sequência vem a minha paixão. A gastronomia, esse aí abaixo foi o almoço de hoje, um delicioso risoto de beterraba. Eu nunca tinha feito e me surpreendi, é maravilhoso.
Mas donamenopausa Monah, porque você está mostrando tudo isso em um lugar que o foco é a menopausa? Para dizer pra você que apesar de difícil temos sim uma deliciosa vida na menopausa.
Vai buscar seu talento, sua inspiração. Tente reagir, quando você conseguir a primeira vez todos os outros dias ficarão melhores. Beijos e boa semana. 
Fale um pouco de você também.