terça-feira, 1 de outubro de 2013

Viver Zen - A lei da atração.

Achei muito bacana essa matéria, ela foca o auto conhecimento e nos faz refletir sobre nossas atitudes e a falta de atitude. Senti que ao ler é muito mais difícil praticar, porque ela mexe com o que temos escondido lá embaixo do tapete. Mas tudo possível de realizar e chega até dar um certo otimismo, Então se vc está assim meio por baixo, xoxinha, desacreditada, boa leitura e seja sincera com vc mesma.
Vou compartilhar o link porque não sei colocar o blog com foto aqui. Um aprendizado que estou apanhando, mas chego lá. "Vamo que vamo."

http://viver-zen.blogspot.com.br/2009/03/25-maneiras-de-aumentar-sua-auto.html


Obs, o google está dando problema com a inserção de fotos há alguns meses, ou eu sou o problema?

sexta-feira, 27 de setembro de 2013

terça-feira, 16 de julho de 2013

É farinha de amora, mas o assunto hoje é outro também.

Hoje vou mudar um pouco o foco.
Vou falar da voz de criança e brincadeiras que vêm da casa da vizinha.
Isso está mexendo muito comigo, pois as gargalhadas, as músicas a alegria, estão me fazendo lembrar de quando meu filho tinha cinco, seis, sete, oito anos. Ahhhh que saudade, passou tão rápido e derepente essa alegria acabou, a casa está vazia, há um estranho convivendo comigo que não me entende e eu não consigo alcança-lo. Está com 16 anos, é alto, tem barba, voz grossa e personalidade. Não tem mais abraço, música, histórias e piadas. Não tem mais beijos, comidinhas, passeios. Vejo esse estranho cada dia que passa ficar mais e mais longe de mim, uma tristeza está me dando viver tudo isso. Lembro que me tornei uma estranha para minha mãe também. Porque que tem que ser assim? Em que momento nos perdemos do nosso filho. Aquela criança amada, tão bem cuidada, alegre, falante, se tornou um cara trancafiado em seu quarto, que já não divide nada comigo. As vezes espero ele dormir para beijá-lo, não que ele não me abrace, não me beije, mas é diferente. Sinto-me apenas a pessoa má, que faz cobranças, impões regra e cobra. Procuro ir até a minha adolescência, está tudo dentro da normalidade, entendo o isolamento a vontade de escutar suas músicas, que pra falar a verdade, são as mesmas músicas que eu ouvia aos 16 anos, lembro que aquele era o meu mundo e que nada o violava, entendo isso nele também. Mas como mãe, estou sentindo falta do aconchego, do cuidar dele, da conversa olho no olho sincera e cheia de amor. Sinto que ele precisa de mim, mas não sei de que maneira dar esse colo sem ser invasiva.
Acho também que isso tudo se deve a uma medida dura que tomei com ele. Fui viajar, como sempre deixo meu cartão de débito em casa para uma emergência ou necessidade. Ele tem acesso e minha inteira confiança. Mas algo aconteceu e ele perdeu a mão a noção sei lá. Fui ver minha conta e ela estava no vermelho, ao pegar o extrato ele tinha feito muitas coisinhas, aquelas pequinininhas que a gente acha que não é nada e ao somar tudo deu um total de 500 reais. Fiquei chateada, ele tem idade para discernir sobre o certo e o errado. Acordei ele aos tabefes, passei uma descompustura e vendi o play station 3 por 400 reais. para pagar o rombo. Ahhhhhiiiii estou arrasada juro, sei que fui muito dura, mas ele precisa aprender a medir seus atos, saber que tem causa e consequência. Mãe é um ser que sofre em todos os sentidos porque a gente vai do céu ao inferno em três segundos no conceito de um filho. O que me consola são meus pensamentos amenizando a situação e dizendo que esse assunto em futuro não distante estará tirando gargalhadas de toda a família.

Voltando ao foco vou descrever o que a menopausa tem feito comigo nos ultimos dias.
Estou com uma insistente dor de cabeça, enjôos, tristeza e não consigo dormir direito de tanto que sinto frio e calorões, frio e calorões. Estou com olheiras que está me dando vontade de chorar de tãooooo feia que estou, uma cara abartida de doente.  Tenho tomado a amora apenas uma vez ao dia, sou negligente mesmo.
Pra tentar me tirar do marasmo (Deus que me perdoe), mandei a empregada embora para me agitar, assim não poderei me entregar. Enquanto escrevo, minha cabeça lateja e um sono profundo toma conta de mim. Mas a idéia é reagir.

Tentei colocar uma foto linda de mim com o meu filho quando nasceu, ele tinha 27 semanas e 900 gramas. Mas o google está com problemas hoje, depois eu posto......meses depois, consegui. Olha que foto linda, ela diz tantas coisas.

sexta-feira, 5 de julho de 2013

Não desisto de ti, farinha de amora.

Essa, é metade mim. Resolvi me expor, ahhh pra quem? Sei lá, falo,alguém lê e pensa que são coisas superficiais e não são, é meu íntimo, confuso mas meu íntimo.
Comentei da farinha de amora de novo? Uma vez ao dia não surtiu mais efeito, passei para duas vezes, há dias que meus calorões seguidos dos enjoos diminuiram 90%.
Meu quadril ainda não está 100% me impedindo de evoluir, mas em breve volto às minhas atividades anormais. Minha pele está linda, emagreci, e estou muito disposta. Ri agora sua ginecologista Barbie! A amora é minha e me faz muito bem obrigada.
Então fiquei pensando, será a farinha de amora e a drenagem que estou fazendo que estão me fazendo ficar assim? Pode ser, mas passo a semana quase toda fazendo detox, muito legal pra quem gosta de cometer o pegado da gula e da sede, de vez em quando claro. Então, lembrei que estou usando um creme para a pele da Clarins, um espetáculo, maravilhoso. Mas era uma amostra grátis, então fui comprar. Dá licença, mas vou dar uma enorme gargalhada, HAHAHAHAHAHAHAHA, na cara de pau como se fosse a coisa mais normal do mundo, a mulher da loja diz: São quinhentos e poucos reais, mas tem esse de quatrocentos e pouco etc, etc, etc....
HAHAHAHAHA eu não sei disfarçar, quando me virei para olhar bem dentro dos seus olhos, acho que eu devia estar roxa com o nariz enterrado entre as bochechas, até taquicardia eu senti. Como uma pessoa pode achar isso normal? Está certo coitada, eu entendi que ela tem que agir assim porque ela vive disso. E além do mais  a pele dela estava um espetáculo, ela usa todos os produtos e de graça o que é melhor.
Pensando em quanto vale e quanto custa, temos sempre que nos perguntar antes de exageramos em uma compra, cheguei a conclusão de que  vale, mas não a esse custo. Vim pesquisar no site sweetcare, está cento e poucous reais, e eles entregam aqui. Vou comprar e aviso se deu certo mesmo.
Antes do creme da Clarins, passo um esfoliante da ROC, que ele sozinho já deixa a pele como uma seda.
h


quinta-feira, 4 de julho de 2013

Com drenagem é melhor

Bem amigas, amigos, nem sei. Três pessoas viram a minha página hoje, porque será? Eu não sei porque nem imagino mas gostaria muito que essas pessoas falassem comigo, quem sabe interagindo as coisas melhorem por aqui. Comecei a escrever e apareceu esta mensagem: Required field must not be blank  se alguém a encontar é só colocar o título na postagem que está escrevendo que ela some, agora essa barra cor de rosa que veio com ela não sai de jeito nenhum, Vou tentar algumas táticas...
Fácil, desmarque ali em cima a canetinha que deve estar rosa e mude a letra para cor automática. Voltou ao normal. 
Vou falar da minha saga suadorística, passei a tomar a farinha de amora duas vezes ao dia, porque uma vez ao dia não estava dando conta do meu calorão. O que percebi com a farinha de amora, estou menos inchada, meu cabelo parou de cair, estou bem disposta e emagrecendo. Então, cheguei em uma ginecologista nova, a mulher parecia a barbie, linda, loira, alta, cheirosa e bem vestida, um arraso para a minha autoestima, bem, mas cheguei lá e comentei com ela sobre a farinha de amora. Ela me olhou incrédula, ouvi seus pensamentos, não foram nem um pouco agradáveis. Com certeza ela achou coisa de maluca, mas no meu desespero tomo até chá do cocô do jacu, pra quem não sabe, faz-se café com ele e custa 600 reais o kilo.
Por enquanto amenizou, só amenizou, temo que isso não passará nunca mais.
Enquanto sou cobais de mim mesma, vou usando os planos b, c, d, e e por aí vai.
Por isso vou  deixar uma dicas de beleza, ahahahahahaha, não sou a rainha da beleza mas procuro alternativas. Na derrota da menopausa, tudo fica ruim no corpo, mas alguns truques trazem a autoestima para mais pertinho. Quando vou sair passo sempre filtro solar,sou clarinha, não dá mais para brincar ao sol. Então uso o spectabran, ele protege e já tira aquela palidez e imperfeições da pele. Depois passo um pozinho daqueles com vários tons (bronzeador), um rímel e um baton. Pronto, fico linda eu acho, meu banheiro é escuro.
Faço drenagem linfática tb. Mas eu mesma faço em mim, por que? Por pura preguiça de ir pra rua. É fácil, gostoso e dá um baita resultado. Vou deixar um link mostrando como faz. Faça direitinho, use um creme para as mãos deslizarem, e quando acabar você tem que fazer um xixizinho, isso é sinal de que foi bem feito.
Sugiro que dêm uma olhada no vídeo, ela dá um show de explicação.


PS, Desculpe-me pelo post grifado de branco, mas não deu certo aquela dica lá em cima então ficou grotesco, mas tá valendo né.

http://www.youtube.com/watch?v=E7s9aAYOxR8

Hoje vou postar uma foto minha. Eu tinha muitas pimenteiras, mas morreram. Mas como não desisto, comecei a plantá-las novamente.

Drenagem linfática caseira

segunda-feira, 1 de julho de 2013

Tudo calllllllmo.....

Bem eu sumi mesmo, tomando a bendita farinha de amora meu calorões voltaram. A situação chega a ser engraçada, no que estou colocando o casaco por estar morrendo de frio, ele vai saindo do outro lado por estar morrendo de calor, uma confusão. Como o corpo não entra em colapsocom tanta contradição? Mas estou na farinha de amora e não desisto. As minhas noites que eram calmas, tranquilas e constantes, se transfomaram num completo caos, passo a noite inteira, colocando e tirando roupa, virando coberta, aumentando e diminuindo ao ar condiocionado. Resultado disso? Um dia arrastado, cansada de nada. 
Porque ninguém fala objetivamente a respeito da menopausa, para mim está sendo uma doença, está me aniquilando. Estou um mês sem andar ou fazer exercícios por causa de um problema no quadril. O médico diagnosticou, tendinite, bursite e artrose. Como assim, sou uma garota ainda?  Mas com apenas dois anos da entrada da menopausa minha perda óssea é de 8%. Isso não é justo. Já comentei aqui, os médicos não se entendem, cada um fala uma coisa completamente diferente do outro, cada um defende um hormônio, uma terapia e por serem atípicos os meus sintomas, nem todos acreditam no que eu sinto. Não acho que seja só eu, pesquisando na internet encontrei pouquissimas mulheres com sintomas violentos assim. Algumas mulheres que conheço nem sabem o que é menopausa. Porque isso então? Acho que as pessoas têm medo de falar sobre ela, o mais difícil está sendo manter a cabeça na minha idade porque as vezes me sinto uma velha de 90 anos de tão cansada e indisposta. Mas estou conseguindo, faço planos, tenho sonhos, metas estabelicidas (recentes é claro), e brigo a cada dia contra isso. 
Eu sei vc deve estar pensando, e o marido dessa louca? Ele acalmou, está normal. Acho que tem dupla personalidade, não é possivel. Fico apavorada de ele chegar em casa do lado B, ele fica irreconhecível, é um completo estranho. Tudo pode acontecer a qualquer hora. 
Mas por enquanto ele está calminho e sorridente, como eu o conheci. 
Enquanto escrevo, o enjôo sobe e desce em me esôfago, mais um mal estar dessa malditapausa.
Vou deixar um link de uma matéria para quem quiser ver mais um pouco sobre a menopausa fora da minha ótica. Por ora, vou vomitar.

http://mdemulher.abril.com.br/saude/reportagem/saude-mulher/reduza-sintomas-menopausa-alimentos-certos-678086.shtml

sexta-feira, 14 de junho de 2013

Farinha de Amora...sempre

Se vc começou a ler meu post, obrigada, mas vou deixar uma dica para a sua leitura ficar legal, não leia em forma de lamúria como o conteúdo sugere, não sou assim, leia com voz ou idéia firme, sem sofrimento, entendeu?


Muito redundante isso, mas tenho que falar. A farinha de amora mudou os meus dias. Recomendo a todas desesperadas e perdidas na menopausa.
Bem.....voltando ao foco que não é foco. Depois da surtada arbitrária do meu marido, ele tentou consertar as coisas com jóias, flores e jantar. Foi pior, pq não adianta investir nisso e continuar fazendo tudo igual. Para piorar e me fazer ficar com ódio dele, até então só estava zangada, mas ele cancelou meu cartão de crédito.
Golpe baixo de pessoa disposta a qualquer coisa para prejudicar a outra. Então, como vou olhar para uma pessoa dessa e sentir amor, e confiar e desejar? Estou com nojo, antipatia e me sentindo sufocada.
Como vou explicar, ele se tornou uma pessoa sem limites. Nada está bom para ele. Quanto mais ele exige, mais ele exige e eu não consigo mais suprir essas necessidades de ajuste e sinceramente ainda que eu não tivesse chegado ao meu limite eu não iria querer fazer mais isso. 
Estou com ódio profundo de mim, fui permissiva, dei vazão a sua falta de limites, a sua arbitrariedade aos seus abusos e agora fica difícil de consertar até porque o mundo inteiro está errado em tudo e ele é uma pessoa perfeita, certa 150% das vezes. Enquanto escrevo a vontade é de chorar muito, meu estômago dói e eu estou com muita, muita, muita vontade de desaparecer e ir embora. Porque eu sei que nada vai mudar, nada vai melhorar e eu não quero viver assim. Morei com minha mãe algum tempo, ela era igualzinha, como pode isso? Dentro de casa tinha o diabo no corpo, arbitrária, explosiva, violenta (ele não é tanto assim), mas na rua era uma pessoa maravilhosa, querida, amiga, companheira, feliz, igualzinho a ele. Como eu não sei disfarçar o que sinto, parece que eu sou a errada. Como estou infernizando e virando de cabeça para baixo todo mundo dentro do que deveria ser meu templo sagrado e vou para a rua sorrir para quem eu nao conheço e nem compartilha nada comigo?  Não faz sentido na minha cabeça.
Por outro lado, eu estou muito, muito, muito errada. Me tranquei dentro de casa como se estivesse em uma redoma, protegida de todos os males, pouco saio, pouco ligo para as pessoas, pouco me relaciono com o mundo. Mas tem uma explicação, não que justifique, mas explica. Venho no processo da minha vida com um histórico de muitas derrotas e fracassos. As coisas sempre foram muito difícieis (sei que é para todos, mas essa a minha história), quando finalmente me casei, já aos 40 anos, ganhei um porto seguro ou quis que fosse um porto seguro. Antes eu nadava e morria afogada com água nos meus pés, agora descobri o que é proteção, ele me protege e me mantém. Adorei isso, vivi um sonho. Mas acabou que todo esse processo me deixou muito medrosa, apavorada e o que era uma característica minha, a ousadia o empreendedorismo,  se transformou numa paralisia total. Fui fazer faculdade mas nunca trabalhei na minha área, de tanto medo de dar errado, me dá até enjoo de pensar. Então entendeu por que me culpo por todo esse processo? Não tem bem sem ter o mal, deve ser por aí. Aí toda vez que quero ir embora, não posso, porque vergonhosamente as vésperas de 50 anos, não me sustento e nem sei me sustentar, porque me acho a pessoa com nenhuma habilidade, passo as vezes o dia inteiro pensando e buscando alguma coisa que eu me identifique, que eu possa fazer para ganhar dinheiro, mais uma  vez me sinto completamente paralisada. Reconheço todo e cada erro meu, o difícil é mudar isso. Mas, sou sagitariana e não desisto e nem perco as esperanças.

segunda-feira, 10 de junho de 2013

Pé na jaca e depressão.

Não, não que eu esteja deprimida, não estou mesmo. Tenho andado ótima, deve ser meu lado B.
Mas acontece que eu não consigo me olhar no espelho, nenhuma roupa fica bem em mim, a minha pele está arrasada, meu cabelo depois de cair e quebrar bastante ficou em derrota e minha autoimagem está destruída. Mas não estou deprimida, finjo para o meu marido que sou gostosa, faço sexo todos os dias (bemdita farinha de amora) mas não estou deprimida mesmo. Ando com um gás danado.
Mas não consigo me olhar, estou muiiiito feia, fujo de fotos em família, evito aparecer para as pessoas e fico pensando porque eu não reverto esse jogo.
Mas hoje resolvi que isso iria mudar. Contratei uma nutricionista, marquei hora com esteticista, comecei meu detox e ele só durou o café da manhã. Porque? Por que a fdp da empregada que trabalhou ontem, numa vingança baixa colcou setecentas calorias na mesa do almoço e eu comi todas. Mas fiz minha caminhada pela manhã. Já melhorou, sagitarianamente sempre penso no melhor.
Acho que é farinha de amora mesmo, tudo melhorou depois dela, só os calorões que persistem, mesmo assim em menor quantidade. Para a pele, comecei a tomar o ineovve fermete novamente, ele deixa a minha pele linda e viçosa. Ahhh além de minha pele estar arrasada e minha cara feia, ainda estou cheia de espinhas, aquelas enormes, vermelhas e doloridas, bem inflamadas mesmo. Mas mais uma vez meu olhar sagitariano ajuda, acho que tem algum hormônio retornando para esse corpão.
Tenho um lindo macacão jeans, desses justos, tamanho 42. Há tempos ele nem passa nas coxas, mas até que entrou na sexta. Só entrou porque foi difícil para respirar, mas entrou e eu consegui ficar com ele umas duas horas, mas para ir ao banheiro era um sofrimento, ele agarrava e travava nos braços me deixando presa. Cada vez que fui ao banheiro quase gritei muito para alguém me resgatar, então desisti. O bom sinal? Bem, acho que cheguei ao 44, apertado, mas 44.
O macacão é muiiito parecido com ele, mas a modelo, prefiro não comentar.

Como prometi, segue mais uma farinha:

Farinha de maracujá
Ela impede a absorção de parte da gordura presente nos alimentos. A responsável por essa ação é a pectina, presente aos montes na parte branca da casca da fruta. A farinha não fica atrás: tem 20% dessa fibra solúvel, segundo estudo feito pelo químico e pesquisador Armando Sabaa Srur, da Faculdade de Nutrição da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). No estômago, a pectina se transforma num gel e diminui a fome.

segunda-feira, 3 de junho de 2013

Farinha de Amora.

Para quem não segue a minha nada interessante vida, aqui continua a saga anti-menopausa. Descobri lendo por aqui que tem pessoas na mesma condição que eu, a menopausa chegou como uma doença transformando a vida por dentro e por fora.  Não vou chatear vc minha única leitora com essa condição, só ressaltar que é dolorosa e me parece sem saída. Bem, mas vamos ao lado bom, pensando sagitarianamente, corro em busca de socorro. Já li que chá de amora é muito bom, mas acontecece que tem que ser colhido antes do nascer do sol, depois que a noite estiver acabando. Noooossssa, quem pode? Eu até tenho um pé de amora, mas nem olho para ele coitadinho. Pulando essa parte, encontrei uma deliciosa farinha de amora. Caaaaaaara para dedéu, mas comprei. É uma DE LÍ CI A, serve para tudo, mas tomo com suco, água mesmo, iogurte, o que estiver na minha frente. O que percebi:
Bem, juro que nos primeiros momentos, os calorões cederam. Estava tendo ondas forte de calor com enjôo e ânsia de vômito, ao ponto de não conseguir falar. Durante 24 horas não tive nada, quando completou 24 horas comecei a sentir os sintomas, levemente, só para me lembrar que estava na hora de tomar novamente. São 5 dias apenas, mas nenhum dia de sofrimento (não desse) depois conto. De bônus, meu apetite sumiu, meu humor (não fosse a perturbação causada por um adolescente egoísta e um marido igualmente egoísta com o lado b exposto novamente), meu humor estaria ótimo. Recomendo então a farinha de amora para quem padece como eu de uma inesperada chegada da menopausa potencializada. Onde compra? Ahhh comprei na casa que vende produtos naturais a granel, sabe? Aquelas que têm castanhas, farinhas, soja, linhaça etc... Não é barato, mas prefiro pagar para ver, porque hormônios....NUN CA MAIIIISSSSS.

Segue um descritivo que encontrei:

Farinha de Amora é rica em fibras e nutrientes ricos antioxidantes (antocianina), sais minerais (potássio, cálcio, magnésio, selênio e fósforo) em vitaminas A e B e ácido elágico. Combate afecções da boca (aftas), infecções da garganta, angina, estados febris, reumatismo, gota, artrite, diminui a taxa de glicemia e é muito útil em regimes para emagrecimento, pois ajuda na decomposição do açúcar.
A amora que é rica em vitaminas (A, B e C) e mineral (fósforo, potássio e cálcio), ajuda a combater doenças do coração e a osteoporose e aumenta a taxa de colesterol bom do sangue, aumentando assim os níveis de antioxidantes do organismo. Além disso, ajuda a amenizar os sintomas da tensão pré-menstrual (TPM), ajuda a melhorar a memória e é diurética e laxativa.
INDICAÇÃO: Melhora o funcionamento do fígado e dos rins, diminui a pressão arterial, a taxa de glicemia (Diabetes) a obesidade e reposição hormonal. Prevenir infecção urinária, reduzir o risco de úlcera e câncer no estômago.
 
MODO DE USAR: Uma colher (sopa) três vezes ao dia, dissolvida em vitaminas, sucos, leite ou polvilhada sobre as refeições. Também pode ser acrescentadas no preparo de pães, tortas, bolos, biscoitos. Queda de Cabelo - Alem de beber o chá pode se massagear o couro cabeludo com o infuso das folhas da amoreira.
Fonte: www.chaecia.com.br

quinta-feira, 23 de maio de 2013

Quem disse que não pode piorar.

Beemmmm seguindo o entendimento de que: Isso é meu, a minha vida é chata e ninguém vai ver. O Balde está chutado. Um "cadinho"a cada dia.
Depois de largar minha dissertação para ir ao médico, decobri: Fudeu,se for preciso um atendimento de emergência. Faz as contas, dia 17 fui ao médico, dia depois fiz a ressonância, dias depois tive que marcar a consulta para levar o exame, vai contando quantos dias de dor no quadril, zzzzzzzzzzzzzzz........bem, quaaase 20 dias depois descobri que estou com tendinite no quadril. Alguém já ouviu falar nisso? Não, nem eu. Foi uma única aula de pilates que fiz. Ahhh pilates é muito bom, recomendado pra vc que fez cirurgia. Éeeeeee para piorar.
Mas vai passar. 
Continuando o tópico desse blog, há dias não tomo a tibolona, minha depressão castiguenta acabou, eu já disse, mas não voltei a ter aquele sono de morte que tinha e nem indisposição. 
O lado B do meu marido se foi e, ahhhhhhhhh, olha a penúltima, ia me esquecendo.
Sábado eu não tinha absolutamente naaaaada para fazer na rua, mas resolvi resolver uma coisinha que poderia ter resolvido na segunda, terça ou em qualquer outro dia.
Mas teimosa e insistente, contrariei meu marido que foi viajar e saí. O carro que estava na minha garagem não era o meu, era do meu enteado, que tem PAIXÃO pelo brinquedinho dele mas quem banca é o meu marido. Mas saí, ahhhhhhh o que que tem? Só vou ali e vou voltar. hanhan, tá!
No meio do caminho bateu um temporal, que para piorar, os vidros do carro são muito, muito, muito escuros e eu estava nervosa com a situação. Bem, cheguei ao meu destino, fiz o que tinha que fazer e estava voltando para o meu larzinho, já tinha parado de chover. Parei em um sinal, tinha um carro na minha frente, o sinal abriu, o carro arrancou eu arranquei depois só vi o meu carro em desabalada carreira e o da frente crescendo até ouvir aquele estrondo. Fiquei meio desorientada, saí do carro (quem bate atrás está sempre errado). O carro da menina estava intacto, o carro do meu enteado, amassadinho.(Isso eu achei). Não aconteceu nada, entrei no meu carro, ela no dela e quando arranquei, jesusmesalva, todas as luzes acenderam, o motor saía fumaça, a ventuinha (existe isso ainda não existe?) gritava. Cheguei em casa e para minha falta de sorte, o marido não tinha mais ido viajar por causa do temporal. Fiquei circulando pela casa pensando em qual história eu contaria, tinha umas três versões, todas eu sendo muiiiiiito vítima. Mas não consegui. A verdade flui de mim límpidamente e meu marido calmamente me amparou. (NÃO ACRE DI TOOOOOOO!), Pensamos que poderia ter ocorrido com ele em estrada de alta velocidade. Tranquilos, só escondemos o fato do filho, afinal sou madrasta tudo ficaria pior.
Na segunda, levamos o carro para oficina, ahhhh não foi quase nada dizia eu, ahahahahahahahaha idiota. A frente do carro afundou pegando o motor e tudo mais, mas acho que no nervosismo não vi nada.  Tá bom, vamos ficar tranquilos porque tem seguro, mais gargalhadas, ahahahahaha, o boleto de pagamento ficou com o enteado e ele não deu ao pai para pagar. Ahhhh fala sério, ele não tinha que pagar era só dar ao pai. Então? FUDËU de novo. Lembra que eu disse que estamos atravessando uma incrivel crise financeira? Então, só piorou. O conserto ficou em mais de 5000. Calllllllllma!!!!!!!
Mas depois de tanto tumulto, a semana até o momento está transcorrendo calmamente, até amanhã quando terei que colocar um piso lá na minha casa. Mas esse é outro capítulo da minha vidinha nada interessante.

Mulher Bucha.

Hoje vou mudar o foco. Vai ser um desabafo. Na ultima postagem eu saí para ir ao médico e nao voltei mais aqui. Dias se passaram e eu fiquei bem. A tibolona saiu do meu corpo a depressão profunda que ela estava causando, também. Mas hoje na verdade, contando que isso aqui é um espaço que ninguém se interessa, vou falar de mim e desabafar um pouco. Minhas idéias estão confusas.
             Meu marido, é um homem mais velho que eu 20 anos. Essa diferença nunca pesou em nosso relacionamento, ele sempre teve a cabeça aberta, sempre foi boa companhia, mas veio com uma frase feita em sua bagagem que está pesando muito hoje. Ele sempre disse que era daquele jeito e que não mudaria. Sempre retruquei isso porque não concordo, acho que podemos e devemos mudar quantas vezes quisermos, estamos vivos pra isso, pra fazer diferente e seguir novos caminhos. Mas, o que ele diz não se aplicava a mim, pois me pediu para mudar muito ao longo desses 10 anos, mudar tanto que eu dizia pra ele:"Não tenho mais como mudar, vou me perder de mim, vou me desconhecer, vou virar do avesso e isso não é justo."  Mas ele foi mudando também ao longo desse tempo, foi mudando para pior, e isso ele não percebe, então como não muda? Ao casarmos, eu já tinha um filho de sete anos, filho que ele assumiu como seu e como pai, poucas vezes ele deu carinho para ele, mas o criticou e o espezinhou todos esses anos. Eu nunca compreendi porque, antes era porque ele era criança, agora é porque é um adolescente. Depois de muito me impor na frente das arbitrariedades dele, agora acalmou um pouco com meu filho.
Hoje, estamos passando por uma crise financeira, das piores que já tivemos e ao invés de estarmos unidos, não estamos nos suportando. Não é por causa da falta de dinheiro, é por causa das atitudes dele. Todos os dias chega em casa de cara feia, isso eu concordo e respeito porque como provedor, não é fácil passar isso. Ele fez uma despesa grande que não poderia fazer para agradar um parasita que ele sustenta, eu na verdade não tenho nada com isso, ao contrário, quanto mais economizo mais ele pede para eu economizar. Nunca está satisfeito. Mas o parasita está levando tudo que não poderia nem deveria levar. Fico como uma bucha, é comigo seu desabafo, seus rompantes, sua indiferença, grosseria e tudo mais. Ele chega em casa e ao invés de colocar suas coisas e relaxar, ele vai dar uma volta na casa para procurar algo errado. depois dessa desagradável rotina ele se senta e vê tv até a hora de dormir. Se somar nosso diálogo durante a semana, deve dar uns 25 minutos no máximo. Alguém (ninguém sabe o que ocorre), mas alguém em algum comentário superficial que fiz, sugeriu-me arrumar um amante. Sinceramente, nem passa na minha cabeça mas compreendo perfeitamente quando isso ocorre, precisamos de uma válvula de escape. O nosso médico me aconselhou a fazer análise, ele disse que ele só vai piorar e eu preciso aprender a lidar com isso. Se eu tivesse a cabeça de alguns anos atrás, juraria que ele está com uma amante, mas prefiro nem pensar nisso porque tudo é jogado contra mim. As vezes penso que eu exagero muito, me faço muito de vítima. Mas juro, não é assim. Ele com os amigos é a pessoa mais maravilhosa do mundo, está sempre sorrindo e é a melhor companhia do mundo. Talvez eu não compreenda, porque se eu não estou bem, não consigo fingir, dissimular, sou o que estou. Ainda pergunto a ele, porque vc não 'assim com a gente em casa? Não seríamos mais felizes? Mas ele ignora. Ele é um homem mimado, que não gosta de ser contrariado e eu sou uma mulher que não consegue passar por cima das coisas, sou verbal, intensa, preciso falar, escrever, resolver. Então, pra terminar esse relato íntimo e solitário, hoje eu gostaria de ir para um lugar seguro, quente, quieto, longe de marido e de filho, ficar sozinha esperando essa tempestade passar. Pela primeira vez na minha eu fugiria e nao agarraria esse touro pelo chifre. Estou me sentindo a bucha do canhão. Vai passar.


sexta-feira, 17 de maio de 2013

A quem interessar.

Faltavam dois comprimidos para terminar a cartela de tibolona, a primeira. Vou contar, mas pode sentar pra rir, porque para não ser trágico, precisa ser muito cômico, o que na verdade não é.

Acordei as seis da manhã para tirar meu adolescente Forrest Gump da cama, isso nunca aconteceu, mas na noite anterior a peste tomou em 24 horas três latas de um energético para expereimentar, da....como é mesmo o nome?... Ahhh, MonaVie, um negócio assim, é claro que ele não dormiu e acordou ontem sem ter ido ao colégio dizendo que não sabia porque teve uma insonia ferrenha. Ahhhh só socando mesmo. Bem mas tive que tirar todas as informções eletrônicas para ele dormir e por isso fui acordá-lo. Ó meu Deeeeeussss, esse despertar foi um desastre, ao sair da cama fui capengando como uma velha, não, uma velha não porque minha sogra tem 96 e essa sim é velha e anda e pensa e fala e come, melhor que muitas de nós. Bem, mas fui capengando, cada ossinho das pernas doía até chegar ao ponto de eu não conseguir andar........tive que fazer uma pausa nessa escrita, vou sair e depois conto o resto, alguém vai me levar ao medico porque no momento a dor é tão forte que parece que meu quadril está quebrado. Volto já.

Fala séeeerio, xôoooooo!!!!!!!!!!

quinta-feira, 2 de maio de 2013

Tibolona o que? Mãe quer ir a luta. Vamos?

A tibolona não está fazendo nada comigo. Ahhh está sim, estou mais nervosa, mais impaciente, mais aflita, mais gorda, mais flácida, com mais dor de cabeça e não estou suportando barulho. Meu adolescente está nesse momento tocando a sua guitarra com maestria e eu com muita vontade de socar a sua cara. A promessa de retomar a minha vida sexual é mentira, além de estar sem tesão estou com pavor de beijos, toques e abraços.  Tem 24 dias que tomo tibolona. O que mudou? Não percebi nada positivo, não sei se não deu tempo, estou com um zunido enorme nos dois ouvidos, a noite eles aumentam por causa do silêncio, tenho vertigens, mas são vertigens estranhas, são bem dentro do meu cérebro, ele parece que roda no eixo. Ahhh engordei, putz, precisava. Ao menos hoje consegui fazer uma caminhadinha. Estou há quarto dias com enxaqueca, nenhum remédio a arrefece.      
Trocando de assunto, sou mãe como a maioria das mulheres e penso ainda, que as que não são mães tem ainda um profundo instinto materno . Então, diante de tudo que tenho assistido, filhas queimadas, estupradas, roubadas, picadas, filhos assassinados e todas as outras atrocidades que antes achávamos que só acontecia com os outros e hoje somos sequeladas porque agora nós somos os outros, convoco as mães a se reunirem a mim, no inocente desejo de mudança. Sem ong, sem partido sem nada, só nós mães, fazendo barulho. Penso que só nós temos a capacidade de mudar isso tudo, mas sem unidade e sem barulho, vai continuar tudo igual. Estou aberta a idéias e sugestões. Cansei de ter medo.
  (Ilustração: Arte/G1)

quinta-feira, 18 de abril de 2013

HORMONAS BIOIDÊNTICAS: Menopausa

HORMONAS BIOIDÊNTICAS: Menopausa

Volta pra mim, cabelo, libido, beleza, disposição...........

Alguém sabe alguma benéficie da menopausa? Eu não. Não sei se já falei, mas estou em estado de choque, não consigo me conformar com a pessoa que eu não reconheço em mim. Parece confuso mas não é, um dia acordei minha vagina parecia estar do avesso, de tão seca, a minha sensualidade desapareceu, fiquei dura, meus cabelos cairam tanto que parece que os cortei, minha barriga cresceu, minha cintura sumiu, até meu rosto modificou, agora quando sorrio parece que estou com dor de dentes, mais ou menos igual a Xuxa, a boca fica pequena e o retante inchado.Não tenho vontade de sair de casa, de falar com ninguém, estou me isolando,(juro que não estou escrevendo como lamúria, estou até bem, só relatando mesmo), prefiro ficar só, cada dia dimiuo mais a minha comida e converso, converso muito pedindo paciência ao meu marido. De repete aquela garota cheia de veneno e recursos virou uma velha sem graça. Não, não sou eu não. Vou fazer a campanha: "VOLTA PRA MIM< EU EU EU", sinto tanto a sua falta, EU EU EU".
Estive num endócrino semana passada e perguntei: "Não tem um especialista de hormônio?"Ele respondeu: "Eu, mas da menopausa não". Já rodei muitos ginecologistas, o que percebi é que eles não tem um padrão de cuidado com a menopausa. As opiniões a respeito dos hormônios divergem, uns são contra a reposição, outros são a favor, uns indicam os síntéticos, injetáveis, gel etc....         De outubro para cá já tomei uns três diferentes, tenho caso de cancêr de mama na família e sei que corro grande risco. No meio dessa falta de comunicação entre os especialistas, comprei a tibolona, sei que está errado, mas tive que tentar do jeito. Vou fazer meus exames essa semana e tudo ficará bem, mas ninguém está me ajudando. Muito sono, cansaço, vontade de dormir, dormir, dormir....e continuo não me reconhecendo, estou apática. Ontem por exemplo dormi o dia todo e a noite também, é muito cansaço. Os médicos dizem, vc não tem nem estrôgenio nem progesterona em seu corpo. Sim dr isso eu sei, mas e daí?  Ainda não estou sentindo nenhum efeito da tibolona não, hoje por exemplo estou escrevendo e tudo está embaçando de sono, mas tenho que brigar contra ele.

Encontrei essa descrição num blog, vou observar o que tenho ou não:
FONTE: http://hormonasbioidenticas.blogspot.com/2010/01/menopausa.html

Consequências da falta de estrogénio e progesterona:
- ondas de calor. Só tive nas pernas, mas não tenho sentido.

- diminuição do brilho da pele, uma vez que é responsável pela textura da pele feminina. Minhas bochechas arriaram, o que faz parecer que estou com dor de dentes.

- distribuição da gordura, acentuadamente pela barriga, como consequência da diminuição do metabolismo. Minha barriga cresceu e perdi a cintura.

- aumento da probabilidade de ataques cardíacos, uma vez que o estrogénio está relacionado com as gorduras no sangue e colesterol. Mesmo praticando exercício e tendo uma alimentação light, meu colesterol vem aumentando e já fui parar no hospital com suspeita de infarto e com alteração nas enzimas.

- irritabilidade, enxaquecas e depressão, já que os níveis de estrogénio estão associados aos sentimentos de auto-estima e poderá causar depressão em vários graus. Não tenho sentido enxaquecas não, mas uma depressão muito grande e uma constante sensação de que minha existência é inutil. Acho que minha família não percebe.

- diminuição do cálcio no sangue e ossos, podendo mesmo provocar a osteoperose. Os dedos dos meus pés estão ficando tortos apesar de eu ainda não ter 50 anos. Sinto muitas dores nos ossos das pernas.

Como atenuar os efeitos da menopausa?
- manter o peso saudável - Meu peso está saudável, mas ainda estou acima uns 10 kg e não consigo fazer isso mudar, é como dar murro em pontta de facas.

- deixar de fumar - Um pecado, mas fumo de 3 a 5 cigarros a noite e nos fins de semana muito mais. Já vou entrar num programa antitabagismo.
- praticar exercício físico - Pratico exercícios, mas com esse cansaço crônico não tenho conseguido ser regular.
- terapia de reposição hormonal - Estou saltando de médico em médico até encontrar uma coerência entre o que cada um fala.
-----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
                                                               DEPOIS DA TEMPESTADE..............

quarta-feira, 17 de abril de 2013

Ganhe direto de casa - Furada.

Penso que, só cai no conto do bilhete premiado aquela pessoa que quer levar vantagem. Meu julgamento pode estar errado, mas é assim que penso, a avidez pelo fácil ou em casos extremos, desespero. Tenho visto muito essa propaganda de "ganhe direto de casa casa", pela internet,  com depoimentos, fotos etc. Num momento em que me propus a ficar de nadismo, resolvi matar a minha curiosidade. Para minha surpresa, muitas pessoas acreditam e para meu espanto, muitas dão seus cartões de créditos. O que mais me deixa perplexa é que não existe investigação ou eu desconheço, porque para mim isso é uma quadrilha de ladrões que se adequou aos tempos modernos. Nessas pesquisas, achei um site de um cara que analisa atrvés de um vídeo ítem por ítem dessa fraude, vou postá-lo aqui, também não o conheço e nem olhei seu site mais a fundo, fui direto nesse vídeo, mas ao final ele diz que vai ensinar a ganhar dinheiro na internet de maneira segura. Ainda sou antiquada e não tive tempo nem curiosidade para conhecer o conteúdo restante.  Sei que os tempos modernos passam por nós na velocidade da luz e temos que nos adaptar e adequar ao que vamos recebendo,, então sei que é possível ganhar dinheiro na internet senão não teríamos tantos nerds endinheirados, mas não é para qualquer um, senão todos os problemas financeiros do mundo estariam resolvidos. Como em qualquer ramo, há de se ter preparo e empenho. Então fuja do muito fácil e não passe seu cartão de crédito para qualquer site. Eu não sei postar direitinho, mas dando uma clicadinha no link ele vai perguntar se quer abrir no you tube.
http://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=URSe-yk3cog
http://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=URSe-yk3cog




terça-feira, 16 de abril de 2013

Menopausa combina com Nova York.

Estou curiosa, porque um blogsinho tão mequetrefe e pessoal vai ter vizualizações da Russia? Ahahaha a minha vida é tão pouco interessante e limitada, ahhh já sei, para alguém morrer de tédio.
Bem, voltando as desventuras da menopausa, acabei com essa praga por dez dias, fui a Nova York ahahahahaha. Nunca pensei na minha vida em fazer uma viagem internacional, primeiro pelas minhas origens e depois pelo pavor de andar de avião e ainda se acrescenta um horror ao frio. Mas não é que me senti em casa. Até inglês eu falei, nunca antes na história desse país eu falei inglês, mas não foi aqui né foi lá. Cheguei lá apavorada, em seis horas de ambientação me sentia uma novaiorquina de raiz, nasci ali em Manhathan. Tudo lindo, gostoso, não no sentido de comida, de estar. Comer é uma tragédia, o povo adora comer omelete hiper mega super condimentado, batada amassada, assada, frita, condimentadaaaaada e café que parece um chá mate, fraco, horrível  Mas eu comia porque adoro ovos, depois disso só comia a noite, já exausta de andar o tempo inteiro comprava um iogurte e ia comer no hotel. Adorei NY, não tem gente amistosa, é todo mundo rápido e estressado, mas foi um grande aprendizado para mim, voltei mais tolerante com os nossos. Aquelas manias de querer atenção numa loja ou preço na vitrine, esqueça, vc acaba ficando independente, aprende o número do seu pé e vai a luta, eu calço 38, lá é 9. Para comprar calça precisa de uma aula, assim como sutiã. No caso da calça depois de muito errar entendi, vc tem que saber seu manequim e altura da perna, aí fica fácil. Vou deixar uma dica, vá no período da páscoa, porque está tuuuuudo em liquidação até 31 de março. Falam muito do Woodburry, é muito legal, mas se tiver na época de liquidação lá em NY, não perca seu tempo, vai comprar na Quinta.
Em frente ao Central Park com a 59, tem um ônibus Green Line de 2 andares que passa nos pontos turístico,  mas preste atenção, não pegue o ônibus que vai parando, o passeio fica insuportavelmente infinito. Se vc se programar dá para fazer esse passeio de táxi, ao contrario do que eu pensei, é um meio de transporte muito em conta, acho que sai mais barato que o ônibus e vc não precisa ir em tudo de uma vez só. Ufffa, sem fôlego.                                                         E a menopausa? Vou confessar o que não poderia, meu marido achou que era uma lua de mel e que lá ele ia me comer todos os dias, coitado. Mas depois eu conto essa parte.

quarta-feira, 20 de março de 2013

Continuando a saga, ninguém se impota, vou escrevendo para mim mesma, assim desopilo no anonimato e posso falar meus impropérios. Depois de colocar uma dieta certinha que fiz há dias atrás, hoje 20 de março não entro em nenhuma roupa. Não que tenha comido horrores, ao contrário, bem privada de coisas gostosas,praticando exercícios (leves, mas exercícios) meus hormônios continuam a me trair, física e emocionalmente.
A ultima agora é que em menos de 24 horas, briguei em silêncio com meu marido e tenho há mais de 24 meses infernizado a vida do meu filho de 16 anos. Choro a toa, tenho vontade de me enterrar viva, para poder levantar depois e continuar tudo de novo.
Tomo atitudes que em seguida não tenho certeza se está certo. Mas eu não sei, nem me acho tão errada assim. Primeiro, meu marido nos faz de bucha. Ri para todo mundo na rua, é bacana, simpático, agradável, chega em casa despeja uma antipatia, está sempre emburrado e ao ser abordado ele fala a frase de sempe:"Ahhh estou cansado, é muita coisa."A porrrraaaaa, vai descontar na rua né, porque que  para uso externo é maravilhoso? É muita coisa, claro. A pessoa é controladora, gosta de fazer tudo, não se contenta em só trabalhar, o que já é demais, mas faz obra em duas casas diferentes, quer administrar 4 casas, ahhhh até xerox do trabalho ele vai tirar porque acha que ele faz certo e melhor....então, essa mente é ou não é atormentada? Tudo que uma pessoa normal leval quinze minutos para fazer ele leva 40 porque é minucioooooso até dizer chega, chega a desanimar pedir alguma coisa pra ele, pronto, vira logo evento.
Por outro lado, tenho um adolescente que não quer nada com a hora do Brasil e pra piorar nas minhas intempestivas broncas soltei que ele é um inútil algumas vezes. Ele está ofendido e eu arrasada. Mas é, diga-se de passagem. Não faz nada, não ajuda, não estuda só quer saber dessa praga descontrolada de vídeo game. Meu ultimo aviso foi hoje, essa semana esse play do cacete vai se espatifar no chão em micropedaços e eu não terei nenhuma culpa juro, e se eu falar que vou fazer é porque vou fazer, mesmo que não queira tenho que fazer.
E para piorar dentro de mim parece que meu sangue está fervendo e correndo a 160km por hora.
Eu não posso reclamar, não tenho problemas, me falta saber administrar isso e me acalmar, mas juro sinto a ebulição dentro de mim, chega a queimar,mas não é chama de prazer é quase um incômodo, uma vontade de cair no choro, gritar para alguém me ajudar me entender, mas quem, como?  Enquanto isso, minha família se despedaça, me sinto culpada. Afff tá bom por hoje né. Acho que já descrevi os estragos causados pela falta de hormônios. Atormentada.





quarta-feira, 13 de março de 2013

Tribulus quem?

Estou sumida, mas na verdade, quem se importa? Quando comecei esse blog era para falar da menopausa, comecei a ver muito defeito nessa fase e então fui mudando o foco. Mas eu sou a menopausa em pessoa. Nos posts anteriores, que eu mesma li sem fôlego, pois escrevo como falo e nem sempre tem sentido. Bem nos posts anteriores fiquei de dar o nome do remédio que o médico me deu para substituir os venenos dos hormônios. Fui pesquisar, não é remédio, é um fitoterápico para atletas e aumenta a disposição. Um instante que vou lá buscá-lo e explicar sua aquisição....(5 min depois)...pq fui falar com o filho, pegar um iogurte, telefonar e me esqueci do que estava fazendo. Ahhh e não trouxe o remédio, tive que voltar. O nome é Tribulus Terretris ( Indicações de uso do Tribulus Terristris

" Eficaz no aumento da produção de TESTOSTERONA;
" Estimulante para aumentar o IMPULSO SEXUAL; (ambos os sexos)
" Aumento da FORÇA e MASSA MUSCULAR em atletas; (efeito anabólico)- Essa parte é bem controvérsia,alguns dizem que a planta realmente funciona no aumento de massa muscular porém outros dizem que é placebo.
" Diminui a FRIGIDEZ SEXUAL em mulheres;
" Aumenta a quantidade e a motilidade de espermatozóides; (fertilidade)
" Possui efeito hepatoprotetor;- (fonte de pesquisa, olhadinha mesmo)http://www.hipertrofia.org


Voltando ao foco depois dessas explicações que não sei se são corretas. Comprei na farmácia de manipulação e foi caro, mas descobri nessas casas naturebas que estão em moda e vendem tudo a granel. No meu caso, achei em Niterói no Beco do Ouro. Ainda não comprei, tomo as pilulas mesmo.
O que ele fez comigo? Não sei. Eu engordei de novo, mas atribuo ao fato de ter parado de tomar aqueles hormônios maléficos, mas em contrapartida tenho caminhado e feito exercícios, leves, já é alguma coisa. Também já dou o remedinho do meu marido todo dia (que é uma trepadinha matutina) sem reclamar, estou mais ativa e não sei avaliar se é efeito desse tribullus. Essa semana vou me matricular no stand up padle, aos poucos estou saindo do marasmo. Então se sei ou não sei, vou tomando o Tribulus, agora, fitoterápico faz muito mal se mal usado. Então se vc, se alguém, (acho que não) leu isso aqui e vai correr pra comprar, tome com responsabilidade pq eu já fui parar no hospital por causa de mal uso de fitoterápico.

Vou deixar minhas refeições diárias aqui para eu me conscientizar. Acho que como pouco, as pessoas aqui em casa tb. Então a pergunta que não quer calar: PORQUE??????????

Café da manhã: Duas fatias de pão 7 grãos, cottage e blanquet.
Meio da manhã. Água de côco.
Almoço: Diet Shake
Lanche da tarde. Greko
Para o jantar preparei uma insuportável salada com muitos legumes, e verduras que comerei com salmão.

Ahhh fiz uma longa caminhada de mais de uma hora e alguns execícios na academia.

Se alguém leu e quer interagir, comunique-se comigo, fica mais fácil quando há debates e questionamento. 

sexta-feira, 15 de fevereiro de 2013

Muita informação pós carnaval.

Casa cheia nesse carnaval e ocorreu a revolta das empreguetes. Sintetizando, com medo de perder o emprego a minha empregada que já tinha passado a perna na anterior, não deixou ninguém ir trabalhar para mim nesse carnaval. Sabe o que aconteceu? Os convidados foram embora na terça e eu dancei até hoje. Como chumbo trocado não dói, acabou acontecendo o que a empregada mais temia, foi demitida. O resto o de sempre. Meu marido na crise de mal humor na hora da saida e olha que desa vez ele ficou. Acho que ele é bipolar, acorda me fazendo mil declarações de amor, durante o dia vou me transformando em sua bucha, vai descontando tudo em mim. O que ocorre é que sou Maria ofendida, então fico zangada, azeda e envenenada. Pra terminar pós demissão que eu sintetizei porque foi um complô quase que bem arquitetado, o motorista da minha sogra foi me pegar em casa, tinha que ter comida pronta pra ele, porque não pode ficar sem comer. Essa bucha que vos esreve, terminou o almoço do empregado e ele chegou cronometradamente ao fim da limpeza de tudo, deixei o faminto almoçando, porque fiquei com medo de ter que me explicar pra família dele que após uma hora de atraso do seu almoço ele morreu de fome. Irritada fui tomar banho, voltei estava aquele clima que eu não sei ignorar, que por praga de sogra, ocorre sempre na hora da partida, ahhh já disse que ele é bipolar, o motorista de barriga cheia e eu dentro do carro. Duas horas depois que lembrei que tinha esquecido de comer, ahhhh que se dane, o motorista comeu. Cheguei em casa desesperada de fome, pensei em pizza, penne com funghi, Big Bobs. Habybis (como escreve isso?), misto quente ahhh estava com tanta fome que comi meio pote de doce de leite, que detestooooo. Com raiva a fome dobra porque o motorista garotão apressado passava com o carro nos quebra molas direto, e eu pós saída de uma cirurgia na cervical fui ficando com dor de cabeça e na coluna, não gostou quando pedi para passar devagar, não gostou quando pedi para reduzir dos 120 para 100 a Dutra, affff deu pra entender porque devorei tantos doces? Cheguei na minha casa querida, tentando me prometer mudanças. Ahhh queria tanto ser cuca fresca, mas sou exigente e estressada. Vou parar, vou parar por aqui. o nome do remédio que o médico me passou está aqui.Mas escrevo m\no próximo post, esse já está muito grande.

terça-feira, 5 de fevereiro de 2013

Silas Malafaia x Gabi x Gabi O embate.

Uma das melhores entrevistas que eu já vi. A Gabi parecia que ia voar no pescoço dele, e ele, um cara bem preparado (na retórica claro), mas sem nenhum conhecimento do que falava, ele chutava estatísticas, números e assim levou até o fim e em algumas vezes deu uma quebrada deixando Gabi sem argumentos. Mas ele estava errado. Já foi desconstruído, vou postar na sequência o vídeo de um biólogo explicando os argumentos de Malafaia.
                                             DESCONSTRUINDO MALAFAIA

Atualizando uma DR

Não sei enrolar, sou direta, então se alguém leu o que escrevi, parei depois da DR desastrada e a falta de tesão, dita com outras palavras. Só para ilustrar a vida sem hormônios, hoje vou postar a foto da minha unha depois de dar uma coçadinha de leve, bem leve mesmo no meu pé. Não quebrou mais por falta de espaço. Voltando ao assunto, deu pra perceber que eu me disperso facilmente, imagina falando? Meu marido está uma leveza, uma pluma de delicado e apaixonado, depois de confessar que no meio da DR ele correu fechar a janela, moro no oitavo andar (e eu percebi ele fechando), mas nuuuunca me passou pela cabeça que ele fez isso por querer me jogar pela janela. Credo, quando ele falou achei que era brincadeira, mas ele foi enfático em dizer que estava tão zangado que pensou mesmo. Bem, pensou, pensar em coisas penso tb e até vc.
Voltando ao foco, depois de falar com o doido do ginecologista que meu um hormônio que ia me matar, naquela consulta perguntei a ele se não tinha um viagrinha feminino, afinal, por mais compreensivo que seja o parceiro, causa um enorme constragimento não comparecer nunca. 
Ele deu, ahhhh que espetáculo, um feito em manipulação. Andei pesquisando e é um remédio sem contra indicação para aumentar a disposição, muito usado por quem pratica exercícios, assim como eu gostaria de ser e até finjo ser, porque coloco meu legging, tênis  toda aquela parafernália para praticar exercícios e acho que já emagreci. 
              Olha que pecado, já postei minha unha linda, essa derrota aí fotografada se estende aos cabelos e a pele.

Mudando mais uma vez o foco. Eu não esperava que alguém pudesse ler minhas coisinhas, mas tive uma confusa surpresa ao ver que tem gente dos EUA, Europa, que deram uma espiadinha aqui e daqui. Fiquei com um misto de vergonha e confusa. Então gente, se alguém passar, faz um comentário. Sou boa para receber críticas. MENTIRA ahahahahaha.
Continuo não sabendo organizar isso aqui.

terça-feira, 29 de janeiro de 2013

Um pouquinho de hormônio.

Tive que sumir, um dos ataques do meu marido foi o computador. Confesso, estou com problemas, fugindo do mundo e me escondendo. Estou na fase da negação. Como eu disse antes, iria falar da reposição hormonal, bem, vamos lá. Depois do médico me pegar no colo, ficar morrendo de pena de mim como eu queria, finalmente me passou hormônios, duas caixas para dois meses e uma para terceira que tinha um detalhe, um pró escrito no rótulo. Enquanto tomei o sem pró estive no paraíso, dei uma afinada, fiquei (iludidamente) me sentindo mais bonita, mais disposta e acho do fundo do meu coração que era quase uma forçação de barra, mas o importante era eu estar bem, ainda que fosse um placebo. Saía da cama de manhã sem uma dor no corpo, as brincadeiras e diversões a dois retornaram, foi um céu. Mas aí cheguei na terceira caixa. De cara dores de cabeça fortíssimas e outros sintomas fortes que minha memória comprometida não me deixa lembrar. Liguei para o médico e ele suspendeu os hormônios. E era uma cacetada por que esse tinha testosterona. Eu ouvi a Jane Fonda dizer que a vida dela virou um milagre em todos os sentidos com testosterona, a minha virou um horror. Parei de tomar e em poucos dias procurei outro médico que me disse: "Não, vc tomou o hormônio errado, toma esse, é de ultima geração".

Ultima geração seria a minha se eu continuasse. Em 5 dias tive todos os sintomas (leves) descritos na bula, dores abdominais, dores de cabeça, diarréia e etc. Vou poupá-los dessa desagradável descrição. Então cometi um erro que a maioria comete, munida de óculos fui para o banheiro ler a bula, se eu tinha todos os sintomas (leves) imagina aqueles descritos como câncer de tudo quento é tipo que possa imaginar? Pensei comigo, vou ser premiada, isso é um aviso. Sentei com o marido, expliquei e pedi seu apoio. De imediato ele deu. Pra que meu Deus? desde esse dia eu não dou uma trepadinha com ele, tadinho. Minha frigidez voltou, meu ressecamento, meus kilos, tudo, tudo que não me pertence ou eu não queria que me pertencesse, voltou pra mim. Agora falta me munir de coragem, beber a danada de água de berinjela todo dia de manhã (ahhh, pq essa maldita menopausa aumenta o colesterol mesmo que nos alimentemos como uma vaca, comendo só verde!) e reunir minhas forças e matar  meu ócio para ir a academia. Semana passada fiz 30 minutos, ahahaha, uma vergonha, mas fiz.  Depois, outro dia, conto o que rolou depois daquela maldita e desastrada DR. Passada a tempestade, estou colhendo os louros.

sexta-feira, 25 de janeiro de 2013

Uma injustiça declarada.


Mulheres têm que fazer 20% mais exercícios para perder peso e ter os mesmos benefícios que os homens

Mulheres queimam menos calorias que os homensRIO - Mulheres têm que trabalhar 20% mais aram homens e mulheres obesos no mesmo programa de exercícios e descobriram o que todas as mulheres percebem quando fazem dieta junto com os maridos: com menos esforço, eles emagrecem mais.
Durante o estudo, publicado na revista "Metabolism", a professora Jill Kanaley e seu time examinaram o nível cardíaco e a pressão sanguínea de cerca de 75 homens e mulheres obesos com diabetes tipo 2. Todos seguiram um programa de exercícios aeróbicos por 16 semanas buscando um esforço de 65% da capacidade cardiovascular, baseado nas habilidades de cada um.
Apesar de os exercícios serem feitos na mesma velocidade, o tempo de recuperação das mulheres não melhorou depois das 16 semanas. Os homens não só melhoraram o tempo de recuperação como perderam mais peso.
Segundo os pesquisadores, esses resultados se devem à composição corporal: homens têm proporcionalmente mais músculo que mulheres e músculos têm metabolismo mais alto que gordura. Isso significa que os homens, mesmo sem fazer nada, já queimam mais calorias que as mulheres. Ou seja, além de malhar, elas devem comer menos. E além de tudo isso, homens levam vantagem por ter maiores coração e pulmão e uma maior proporção de hemoglobina, parte do sangue que carrega oxigênio pelo corpo, o que é vital durante os exercícios.
Para obter o mesmo resultado, as mulheres teriam que fazer exercícios buscando um esforço de 85% em vez dos 65% ou malhar por mais tempo.

E menopausa continua.

Essa (menopausa) não vai me largar nos próximos 15 anos, penso eu. A peste começou acabando com minha barriguinha bem torneada que eu adorava, virou uma coisa roliça que cai em cima da minha perna quando sento (pouco, mas cai, se eu me empinar muiiiiiito e respirar fundo ela nem esbarra), se esparrama pelas minhas calças a fora, esparramava no início no manequim 42, depois 44 e peço a Deus nem um manequim a mais porque no momento ela se esparrama no 46. Olho desolada para meu armário, na parte de cima têm umas 15 calças que me recuso a dar na esperança de entrar em mim de novo. Mas como diz um amigo, corro o risco de ficar fora de moda.
Ainda vou chegar na parte da reposição hormonal, foi um verdadeiro desastre. É assim, se correr o bicho pega se ficar o bicho come. 
Essa barriga não é minha não, a minha é linda.(Aff).                                                                                     todaperfeita.com.br - GNT

quinta-feira, 24 de janeiro de 2013

Desespero, ahahahahaha. E tudo passa.

Em minhas peregrinações, no desespero de ao menos trazer um pouco de normalidade para mim    ( ahhh isso eu explico, pensa bem), se eu estou uma completa estranha para mim, não me situei em mim ainda, imagina o pobre do marido um verdadeiro drama, mas vamos que vamos pq cheguei para solucionar, a fase de complicar passou. Bem, em minhas peregrinações, fui ao meu ginecologista de quando era novinha cheia de hormônios, esse sim me entendeu. me senti como se estivesse sendo embala num colo quentinho. Ele olhou pra mim e disse:"Minha filha, ninguém pode surportar isso, não tem um hormônio em seu organismo, como vc vai funcionar sem combustível?". Ahhhhh foi a glória, eu queria ouvir aquilo e ele disse. Bençãos, eu finalmente estaria salva. Tomaria hormônios  emagreceria, pularia como uma garota da cama, não sentiria mais cansaço, ficaria com uma cara que eu suportasse olhar no espelho, não teria enxaquecas, faria muitos amor com meu marido, correria todo dia de manhã na praia, nossa, eu tinha tudo planejado,eu estava salva, estava salva!!! Certo? Nãnãninãnão.

Perdão a quem lê meus posts, mas não sei postar, não sei formatar, não sei nada, mas se eu estiver me fazendo entender, está bom.

Chegada silenciosa e traumática

Bem, vou fora da ordem mesmo. Nem sei se alguém vai querer se interessar mas meus problemas começaram há uns três anos ainda com 46 e me sentindo linda, cheia de vida. De repente após uma cirurgia que reuniu estética(mamas) e necessidade(tireóide) o acaso, penso eu, me fez menstruar pela ultima vez nesse dia. De lá para cá menstruei de seis em seis meses, umas duas ou três vezes e nunca mais.
Logo as modificações apareceram. Engordei, ao acordar minhas pernas doíam tanto que tinha que disfarçar para dar os primeiros passos, o meu frescor desapareceu e uma tristeza chegou. Me senti muito confusa, nem adiantava pensar que todas passamos por isso, achei que podia me dar o direito de ser egoísta e me concentrar no que eu estava sentindo. A vagina ficava tão ressecada que parecia que ia virar do avesso, acho que contraía, só pode. As unhas antes longas, lindas, viraram papel e são cotoquinhos até hoje, mas olha aí em cima na foto a solução para ficarem lindas de novo. Postiças claro. Bem, continuando, comecei uma peregrinação pelos médicos que não indicavam nenhum tipo de hormônio, por conta própria consertei minha alimentação, inseri a soja e.... não é que o resultado não apareceu! Também esperei por ele. Bem, sào três anos que minha libido está oscilando de ruim para pior, quase não me reconheço no espelho (o que é um exagero de auto imagem distorcida)  mas tento achar que sou linda e amada todos os dias. Tem dias que não rola mesmo.
Primeiro vou apresentar-me rapidamente. Sou Monah Meno, de menopausa. Sou sequelada com a entrada da menopausa, a ficha não caiu e estou tentando reogarnizar minha vida a partir daí. Procurei informações, as pessoas pensam que sabem e o que eu sinto e vc também é negligenciado e jogado em uma vala comum. Então, abri esse espaço para relatar o que se passa por aqui e para vc também ter onde falar. Não sou médica, psicóloga, nada disso, sou uma estranha com uma estranha menopausa.                                           Pode entrar que a casa é sua e fique a vontade. Vamos tomar muitos cafés.
Prazer, Monah (Diga Moná)