segunda-feira, 19 de junho de 2017

Meu mundo caiu....ou a casa caiu.

Gente, tá difícil. Depois de rodar o mundo a procura de um médico que me colocasse o tal do chip, encontrei com uma moça em uma festa que disse que o ginecologista dela aplicava. Bem, parti pra esse médico. Lá chegando o médico me examinou como nenhum outro fazia há anos. Sem maldade, só profissionalismo mesmo, a secretária dele estava ao lado o tempo inteiro. Nem sei o que é pior, o médico analisando atentamente minha pepeca ou o médico analisando atentamente a minha pepeca com a secretária de olho nela também.
Resultado de imagem para a casa caiu
Bem, depois de tudo ele disse que eu estava bombando de estrogênio. Cooooomo gente? O cara é um guro adivinhador que viu minhas taxas hormonais por telepatia. Me deu um antidepressivo e disse que não colocava nenhum hormônio em chip porquê é contra. O que me fez imaginar que minha ansiedade me levou ao médico errado e eu nunca mais vou ver a pessoa que me indicou o médico.
Próximo passo, sair de lá com um monte de perguntas não feitas e uma receita tarja preta nas mãos. Mas imaginando o quanto tenho de reação a medicamentos fui pesquisar a bula. Ahahaha gente só rindo. Quando terminei de ler já me imaginava babando e lesada. De cara a bula dizia para não dirigir porque a pessoa sob uso desse medicamento fica lenta, com respostas vagas. Credo ahahahaha.
Então, sigo agora de volta a estaca zero. Não durmo mais por causa das dores, mas acordo rindo porque minha roupa está enrolada em meu corpo, as cobertas presas, meus cabelos enrolados em volta da cabeça. Uma cena triste de ver, mas é que rodo 360 graus a noite inteira, não passo muito tempo em uma mesma posição porque dói demais.  Bem, agora estou tomando o relora mas conto outro dia, mas adianto que nada parece estar acontecendo.
Ahhh sabe a ajuda que meu marido me ofereceu? Hum hum, isso mesmo.
Se alguém souber do médico que coloca o tal chip, escreve o telefone e nome porque sou capaz de ir no errado de novo.



sábado, 1 de abril de 2017

Entusiasmada por dois dias

         Já sabem né, 36 horas sem hormônio, a história eu contei no post anterior. 
Mas aí tive a brilhante idéia de passar no Mundo Verde e comprar um negócio para acelerar o metabolismo. Pensei, essa carai de menopausa desliga a capacidade da pessoa de reagir fisicamente e mentalmente então vou me dar uma forcinha. 
         O cara me atendeu e veio com um thermo alguma coisa beeeem fraquinho. Eu falei, meu filho você não está entendendo, fraquinho assim o meu corpo vai dar uma volta nele e se jogar sem culpa na cama. Me dá aquele fortão, pra atleta de alto rendimento.
Ele me olhou com uma cara estranha e tive que contar pra ele que passei 24 deitada, feliz, mas deitada. Meditando ué.
Ele rapidamente me deu as pílulas para atleta bombado. 
         Corri pra casa, já tem umas três horas e eu agora dei uma paradinha para escrever, mas estou dançando com a música bem alta igualzinha ao Mick Jagger, gás total. Ahahahahah Não sei se foi a pilulazinha, se foi placebo estou feliz também. A cabeça está explodindo e eu de Mick Jagger. A minha casa que estava largada, está um brinco.Ahahahahaha
Ahhh já cheguei do trabalho com dor de cabeça, então não conta. Ainda efeito desse maldito activelle.
             Um meeeeedo de ficar com aquela taquicardia. Porque quando eu trabalhava lá no Bradesco, eu e as amigas e todo mundo, íamos até uma lojinha que o cara moía o guaraná na hora, era para tomar uma colherinha de café, a gente tomava de qualquer jeito pra aguentar, porque saía a noite e ía direto para o trabalho, nossa quase morríamos de taquicardia. 
Se eu tiver um negócio desse hoje, morro claro.
Agora meu sistema autoinduzido  está sentindo quentura, formigameto, orelha pinicando, a cantoria agora é com lobão e a dança continua com Mick.  Vou encerrar feliz, não chorei, nem xinguei ninguém, não me joguei na cama e estou procurando alguma coisa para fazer quando esse texto acabar. Encerro dançando Mick.......ahahaha e ouvindo Van Hallen. 
depois conto que horas acabou esse gás todo.....Indo embora e dançando e cantando com B52...........

quinta-feira, 30 de março de 2017

Voltei, sem força total. Activelle arrasa pessoa.

Olá, algum tempo se passou e eu tentei me reinventar, peguei uma peneira e parti sol.
Claro que não deu certo, então vou contar de traz para frente.
Hoje acordei chorando, trancada no banheiro as lágrimas desciam e eu soluçava baixinho e me perguntava: Porque? De onde vem tanta tristeza? É depressão? Melancolia? O que é isso que eu não entendo? Passou o choro................ Veio uma falta de ar, uma sensação que meu corpo ia explodir.........passou essa sensação, veio uma tristeza, sem choro, só uma tristeza imensa.
Agora eu pergunto, que pessoa consegue manter casamento, emprego, amigos, família numa montanha russa dessa totalmente louca e incompreensível?
Vou voltar mais um pouquinho. acho que a menopausa me deixou com problemas sérios de memória, porque vou ao médico e não tenho capacidade para lembrar nossas conversas, depois acho pedidos de exames que não fazem nenhum sentido para mim.
 Mas, fui a um médico que me deu o activelle para tomar, foi a redenção da minha cabeça e corpo ainda jovens. Comecei a tomar o hormônio e de cara meu cabelo voltou a crescer, fiquei mais bonita, mais magra, mais disposta com menos dores, nossa que felicidade....tudo melhorou.
Mas deu três meses e eu sem ligar nome a pessoa, chorava, gritava, brigava no trânsito, criticava todo mundo, virei um demônio.
Volta ao médico, eeeeee, ahhhh não está bom? Ele disse, então troca, assim fácil fácil.
Trocou por angelic, nem li a bula, ele disse que esse ia me ajudar e que eu não ia mais virar um bicho, e a besta acreditou. Nem li a bula, fiquei com medo do meu psicológico. Fazia um mês que eu tinha parado de fumar e comecei a tossir e a cuspir sangue. Apavorei, fiquei assim por um mês, até que resolvi ler a bula, estava lá: "Em caso de tosse com sangramento, suspenda o medicamento imediatamente". Ahhhh caramba, justo quando não li a bula..
Suspendi, me arrasei de novo, sem hormônio= sem energia, muitas dores. Com hormônio=bicho solto depressivo.
Mas em uma virada radical, depois de despedir a empregada (ela um dia vai me perdoar) para reagir e ter que sair da cama (sem hormônio), voltei a trabalhar (com hormõnio). Confesso, estou com pena da minha sócia, porque ninguém, mas ninguém nesse mundo é obrigada a passar por isso, mas a garota é forte e me atura. Virei uma pessoa (com hormônio) completamete bipolar, eu gostaria muito de me deixar, mas não consigo, preciso de mim, ainda que não me suporte, preciso de mim, vai entender essa relação doentia.
Essa semana sumi do trabalho, me entreguei a essa depressão, melancolia, tristeza, irritação, bipolaridade e parei para pensar no que fazer, porque eu juro, estou insuportável, nem imagino como meu hoje comprometido casamento está aguentando. E depois de muito rezar, pedir ao meu anjo da guarda e meus amigos de luz protetores, um norte. Eis que eles gritam para mim: Para com essa porra de hormõnio de novo, olha o circulo, dá três meses e você surta. Verdade, voltei a tomar o hormônio em janeiro e lembro de ter avisado todo mundo aqui em casa para prestar atenção em  mim. Todos esqueceram. Inclusive eu.
Bem, em desespero de causa, me recompus de tudo que relatei lá no início e joguei o problema no peito do marido. Falei: _Agora vc precisa me ajudar, estender a mão, me enxergar e cuidar de mim, não consigo mais sozinha. Foi ótimo, ele ficou feliz por saber o que acontece comigo e resolveu agir para me ajudar.
Hoje, depois de um dia cão com mais a dor de cabeça por causa do hormônio, não vou tomar o activelle, não estou preparada para o que vem, mas o que vem só afeta a mim, não as outras pessoas que poderiam me amar e têm que me suportar assim.
Eu sou até uma pessoa legal, engraçada, espirituosa(sem hormônio).
Daqui a uns dias volto e conto o que aconteceu.